Atividade de português: Questões sobre verbos no pretérito – 1º ano do ensino médio

Atividade de língua portuguesa: Questões sobre verbos no pretérito - 1º ano do ensino médio

    Atividade de português, dirigida aos alunos do 1º ano do Ensino Médio, compõe-se de variadas questões que visam aos estudo dos verbos no pretérito. O texto-base da atividade é de autoria de Manoel de Barros. 

    Você pode baixar esta atividade de língua portuguesa em modelo editável do Word, pronta para impressão em PDF e também a atividade respondida.



 

 

    Faça o download desta atividade de português em:

 

 

ESCOLA:                                                          DATA:

PROF:                                                              TURMA:

NOME:     

Leia:

Fraseador

    Hoje eu completei oitenta e cinco anos. O poeta nasceu de treze. Naquela ocasião, escrevi uma carta aos meus pais que moravam na fazenda, contando que eu já decidira o que queria ser no meu futuro. Que eu não queria ser doutor. Nem doutor de curar nem doutor de fazer casa nem doutor de medir terras. Eu queria era ser fraseador. Meu pai ficou meio vago depois de ler a carta. Minha mãe inclinou a cabeça. Eu queria ser fraseador e não doutor. Então, meu irmão mais velho perguntou: mas esse tal fraseador bota mantimento em casa? Eu não queria ser doutor, eu só queria ser fraseador. Meu irmão insistiu: mas ser fraseador não bota mantimento em casa, nós temos que botar uma enxada na mão desse menino para ele deixar de variar. A mãe baixou a cabeça um pouco mais. O pai continuou meio vago. Mas não botou enxada.

BARROS, Manoel de. “Memórias inventadas para crianças”; iluminuras de Martha Barros. São Paulo: Planeta do Brasil. 2006. p. 13.

 

Questões

Questão 1 – Sublinhe os verbos no tempo pretérito que compõem as frases a seguir:

a) “O poeta nasceu de treze.”

b) “Naquela ocasião, escrevi uma carta aos meus pais […]”

c) “Então, meu irmão mais velho perguntou […]”

d) “A mãe baixou a cabeça um pouco mais.”

 

Questão 2 – Os verbos sublinhados na questão anterior indicam fatos:

a) que poderiam acontecer.

b) que estão em realização no momento da fala.

c) totalmente concluídos.

d) que estão acontecendo.

 

Questão 3 – Assinale a oração cujo verbo no pretérito é de ligação:

a) “Hoje eu completei oitenta e cinco anos.”

b) “Minha mãe inclinou a cabeça.”

c) “O pai continuou meio vago.”

d) “Mas não botou enxada.”

 

Questão 4 – Na parte “[…] escrevi uma carta aos meus pais que moravam na fazenda […]”, o verbo evidenciado aponta para um processo:

a) hipotético

b) inacabado

c) concluído

d) em realização

 

Questão 5 – Identifique o tempo em que se encontra o verbo “moravam”:

 

 

Questão 6 – No trecho “[…] contando que eu já decidira o que queria ser no meu futuro.”, o verbo em destaque foi flexionado no tempo:

a) pretérito perfeito

b) pretérito imperfeito

c) futuro do pretérito

d) pretérito mais-que-perfeito

 

Questão 7 – No segmento “Meu pai ficou meio vago depois de ler a carta.”, o verbo no pretérito “ficou” indica:

a) um estado permanente.

b) um estado temporário.

c) um estado aparente.

d) uma continuidade de estado.

 

Questão 8 – Registra-se o emprego de verbo no pretérito em:

a) “Que eu não queria ser doutor.”

b) “Nem doutor de curar nem doutor de fazer casa nem doutor de medir terras.”

c) “[…] mas esse tal fraseador bota mantimento em casa?”

d) “[…] nós temos que botar uma enxada […]”

 

Questão 9 – “Minha mãe inclinou a cabeça.”. Flexionando-se o verbo “inclinou” no futuro do pretérito, reescreve-se essa frase da seguinte forma:

a) Minha mãe inclina a cabeça.

b) Minha mãe inclinava a cabeça.

c) Minha mãe inclinara a cabeça.

d) Minha mãe inclinaria a cabeça.

 

 

Por Denyse Lage Fonseca – Graduada em Letras e especialista em educação a distância.

As respostas estão no link acima do cabeçalho.







Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *