Atividade de português: Pronomes pessoais – 8º ano

Atividade de portugues: Pronomes pessoais - 8º ano

    Atividade de português, focada nos alunos do oitavo ano do ensino fundamental, visa ao aprendizado dos pronomes pessoais. As variadas questões propostas baseiam-se no texto É preciso se levantar cedo?, escrito por Jean-Claude Carrière.

    Esta atividade de língua portuguesa está disponível para download em modelo editável do Word, pronta para impressão em PDF e também a atividade respondida.



 

 

    Baixe este exercício de português em:

 

 

ESCOLA:                                                          DATA:

PROF:                                                              TURMA:

NOME:     

Leia:

É preciso se levantar cedo?

    A partir do momento em que a lógica popular desenrola diante de nós sua sequência de surpresas, é inevitável que vejamos surgir a figura do grande contador de histórias turco, Nasreddin Hodja. Ele é o mestre nessa matéria. Aos seus olhos, a vida é um despropósito coerente, ao qual é fundamental que nós nos acomodemos.

    Desse modo, quando era jovem ainda, seu pai um dia lhe disse:

    – Você devia se levantar cedo, meu filho.

    – E por quê, pai?

    – Porque é um hábito muito bom. Um dia eu me ______________ ao amanhecer e encontrei um saco de ouro no meu caminho.

    – Alguém o tinha perdido na véspera, à noite?

    – Não, não – disse o pai. – Ele não estava lá na noite anterior. Senão eu teria percebido ao voltar para casa.

    – Então – disse Nasreddin –, o homem que perdeu o ouro tinha se levantando ainda mais cedo. Você está vendo que esse negócio de levantar cedo não é bom para todo mundo.

CARRIÈRE, Jean-Claude. O círculo dos mentirosos: contos filosóficos do mundo inteiro. São Paulo: Códex, 2004.

 

Questões

Questão 1 – O texto acima atende à finalidade de:

a) noticiar um fato.

b) fazer refletir.

c) debater um assunto.

d) dar uma instrução.

 

Questão 2 – O termo em destaque funciona como pronome pessoal em:

a) “A partir do momento em que a lógica popular desenrola diante de nós […]”

b) “Aos seus olhos a vida é um despropósito coerente […]”

c) “– Alguém o tinha perdido na véspera, à noite?”

d) “Você está vendo que esse negócio de levantar cedo não é bom para todo

 

Questão 3 – Na passagem “– Ele não estava lá na noite anterior.”, o pronome pessoal “Ele” retoma:

a) “meu filho”.

b) “um saco de ouro”.

c) “o pai”.

d) “o homem”.

 

Questão 4 – Assinale a alternativa em que o pronome pessoal sublinhado desempenha a função de complemento do sujeito da frase:

a) “Ele é o mestre nessa matéria.”

b) “[…] ao qual é fundamental que nós nos acomodemos.”

c) “Desse modo, quando era jovem ainda, seu pai um dia lhe disse […]”

d) “Senão eu teria percebido ao voltar para casa.”

 

Questão 5 – Aponte o referente do pronome pessoal presente na frase assinalada acima:

R: 

 

Questão 6 – No segmento “– Alguém o tinha perdido na véspera, à noite?”, o termo grifado classifica-se como:

a) artigo definido.

b) pronome pessoal do caso reto.

c) substantivo.

d) pronome pessoal do caso oblíquo.

 

Questão 7 – “[…] é inevitável que vejamos surgir a figura do grande contador de histórias turco […]. Marque o pronome pessoal omitido nessa passagem do texto:

a) eu

b) nós

c) vós

d) eles

 

Questão 8 – Tendo em vista o contexto, o espaço indicado com um traço deve ser preenchido com o verbo:

a) levantei

b) levantava

c) levantaria

d) levanto

 

 

Por Denyse Lage Fonseca – Graduada em Letras e especialista em educação a distância.

As respostas estão no link acima do cabeçalho.







Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *