Interpretação de texto: Bruxas não existem – 5º ano do ensino fundamental

Interpretação do texto: Bruxas não existem

    Interpretação de texto para quinto ano do ensino fundamental. Trata-se de uma atividade de leitura do texto de Moacyr Scliar chamado “Bruxas não existem”. Após a leitura, o aluno deve responder a sete questões sobre o que leu. Bom trabalho!

    Esta atividade de língua portuguesa está disponível para download em modelo editável do Word, pronta para impressão em PDF e também a atividade respondida.  



 

 

Baixe esta atividade em:

 

ESCOLA:                                                          DATA:

PROF:                                                              TURMA:

NOME:   

LEIA O TEXTO E RESPONDA ÀS PERGUNTAS SOBRE O TEXTO:

Bruxas não existem
Quando eu era garoto, acreditava em bruxas, mulheres malvadas que passavam o tempo todo maquinando coisas perversas. Os meus amigos também acreditavam nisso. A prova para nós era uma mulher muito velha, uma solteirona que morava numa casinha caindo aos pedaços no fim de nossa rua. Seu nome era Ana Custódio, mas nós só a chamávamos de “bruxa”.
Era muito feia, ela; gorda, enorme, os cabelos pareciam palha, o nariz era comprido, ela tinha uma enorme verruga no queixo. E estava sempre falando sozinha. Nunca tínhamos entrado na casa, mas tínhamos a certeza de que, se fizéssemos isso, nós a encontraríamos preparando venenos num grande caldeirão.
Nossa diversão predileta era incomodá-la. Volta e meia invadíamos o pequeno pátio para dali roubar frutas e quando, por acaso, a velha saía à rua para fazer compras no pequeno armazém ali perto, corríamos atrás dela gritando “bruxa, bruxa!”. (Moacyr Scliar)

1) Segundo o texto, podemos afirmar que:
a) bruxas existem ainda nos dias de hoje.
b) bruxas já existiram um dia.
c) bruxas são ótimas pessoas.
d) bruxas são bonitas.
e) bruxas têm um nariz comprido.

2) O nome da mulher que era chamada de bruxa é:
a) Maria da Silva.
b) Ana Custódio.
c) Ana Lúcia Custódio.
d) Genoveva Ourives.
e) Ane Custódio.

3) Leia o trecho: “Quando eu era garoto, acreditava em bruxas, mulheres malvadas que passavam o tempo todo maquinando coisas perversas”. O que significa o trecho sublinhado “maquinando coisas perversas” ?
a) significa planejar ações e atitudes malvadas ou ruins.
b) significa utilizar máquinas para fazer coisas ruins.
c) significa planejar boas ações aos outros.
d) significa usar computadores para suas ações.
e) significa utilizar máquinas para fazer coisas legais.

4) A bruxa tinha uma enorme verruga em que lugar?
a) no braço.
b) na perna.
c) no queixo.
d) na testa.
e) na boca.

5) A bruxa estava sempre falando com quem?
a) com ela mesma.
b) com os meninos.
c) com as meninas.
d) com os vizinhos.
e) com suas amigas.

6) Qual característica o texto não menciona sobre a bruxa?
a) feia
b) enorme
c) nariz comprido
d) gorda
e) alta

7) Quando entravam no pátio da bruxa, o que pegavam de lá?
a) roupas
b) frutas
c) caixas
d) flores   e) doces

Por André Tarragô Martins – professor de ensino médio e fundamental de Língua Portuguesa e Mestre em Letras na área de Linguagem, Interação e Processos de Aprendizagem. Além disso, é músico e jornalista. Atua em pré-vestibulares, pré-concursos, aulas particulares, elaboração de provas de concursos e é criador de conteúdo para o Portal  www.acessaber.com.br.

As respostas estão no link acima do cabeçalho.







5 Comentários para Interpretação de texto: Bruxas não existem – 5º ano do ensino fundamental

  1. Antonio Carlos Martin Lopes disse:

    Muito boa as atividades. gostaria muito de utilizar em minha aulas com alunos de 5º ano

  2. MUITO BOA , AS ATIVIDADES…

  3. Muito obrigado, Antônio! Faça bom proveito dessa atividade e de muitas outras!

  4. Muito obrigado, Rosenilda! Faça bom proveito dessa atividade e de muitas outras!

  5. Gente alguém pode interpreta pra mim essa história? É pra agora….
    Por favor……

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *