Interpretação de texto: Quanto tempo resistimos sem comer nem beber – 9º ano

    Interpretação de texto, direcionada aos estudantes do 9º ano, permite o desenvolvimento de diversificadas habilidades de leitura. O referido texto pergunta Quanto tempo resistimos sem comer nem beber?

    Você pode baixar esta atividade de português em modelo editável do Word, pronta para impressão em PDF e também a atividade respondida.



 

 

    Faça o download desta atividade em:

 

ESCOLA:                                                          DATA:

PROF:                                                              TURMA:

NOME:   

Leia:

Quanto tempo resistimos sem comer nem beber?

    Há registros de pessoas que suportaram até 200 dias sem comer, mas esse tempo sempre varia conforme a estatura. Sem água, porém, a resistência é bem menor e o estado de saúde torna-se bastante grave após cerca de 36 horas. Ficar sem comer por um ou dois dias normalmente não ocasiona problemas que possam afetar gravemente a pessoa. Essa situação não costuma causar mais que tonturas e dor de cabeça. “O jejum não tem indicação para ser usado de forma rotineira sob o ponto de vista médico, mas tem sido praticado desde a Antiguidade como preceito religioso para a purificação do espírito”, diz o endocrinologista Danilo Alvarenga de Carvalho. Quando feito sem controle médico, porém, o jejum pode implicar em sérios riscos para a saúde, inclusive levando à morte. Sem a ingestão de alimentos, o organismo começa a queimar suas reservas de energia, principalmente as gorduras.

    Depois delas, consome as proteínas que compõem os tecidos. Ficar muito tempo sem se alimentar também provoca diversas alterações metabólicas e hormonais, com perda de vitaminas e sais minerais, alterações da pressão arterial, desmaios e problemas psicológicos. Mas a falta de água é bem mais grave. Um homem de estatura média contém em seu corpo aproximadamente 40 litros de água, necessária para resfriar o corpo.

    Além disso, a água transporta as substâncias tóxicas que sobram da nutrição para serem eliminadas pelos rins e intestinos. Numa pessoa saudável, existe um equilíbrio entre a quantidade de líquidos ingeridos e eliminados. A perda desse equilíbrio em poucos dias é o suficiente para matar.

“Superinteressante Especial: Mundo estranho”, agosto de 2001.

 

Questão 1 – Identifique a passagem que apresenta a ideia principal do texto:

a) “Há registros de pessoas que suportaram até 200 dias sem comer […]”

b) “Ficar sem comer por um ou dois dias normalmente não ocasiona problemas […]”

c) “[…] o jejum pode implicar em sérios riscos para a saúde, inclusive levando à morte.”

d) “Numa pessoa saudável, existe um equilíbrio entre a quantidade de líquidos ingeridos […]”

 

Questão 2 – De acordo com o texto, “a falta de água é bem mais grave”. Explique:

 

Questão 3 – Em todas as alternativas, são apresentados os problemas mais graves decorrentes do jejum prolongado de alimento, exceto em:

a) “tonturas e dor de cabeça”.

b) “perda de vitaminas e sais minerais”.

c) “alterações da pressão arterial”.

d) “desmaios e problemas psicológicos”.

 

Questão 4 – Em “Depois delas, consome as proteínas […].”, o pronome destacado substitui:

a) as tonturas e a dor de cabeça.

b) as reservas de energia.

c) as gorduras.

d) as substâncias tóxicas.

 

Questão 5 – No segmento “Quando feito sem controle médico, porém, o jejum pode implicar em sérios riscos para a saúde […]”, o termo sublinhado poderia ser substituído por:

a) portanto

b) no entanto

c) pois

d) como

 

Questão 6 – Na parte “Além disso, a água transporta as substâncias tóxicas que sobram da nutrição […].”, a expressão grifada estabelece uma relação de:

a) continuidade

b) comparação

c) conclusão

d) oposição

 

Questão 7 – No trecho “Ficar muito tempo sem se alimentar também provoca diversas alterações metabólicas e hormonais, com perda de vitaminas e sais minerais, alterações da pressão arterial, desmaios e problemas psicológicos.”, as vírgulas indicam:

a) a inversão da ordem de constituintes do período.

b) a omissão de termos da oração.

c) a inserção de orações explicativas.

d) a enumeração de elementos.

 

Questão 8 – Justifique o emprego das aspas no texto:

 

 

 

Por Denyse Lage Fonseca

Graduada em Letras e especialista em educação a distância.







Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *