Interpretação de texto: Piada do Juquinha – 7º ano

    Interpretação de texto, “Piada do Juquinha”, indicada aos estudantes do 7º ano. Por meio das questões propostas, abordam-se o humor gerado pela piada, bem como o conflito que o originou. Vale acrescentar que conteúdos como níveis de linguagem (formal e informal) e emprego da vírgula são explorados, tomando-se como referência a piada em questão.

    Você pode baixar esta atividade de português em modelo editável do Word, pronta para impressão em PDF e a atividade respondida.



 

    Faça o download desta interpretação em:

 

ESCOLA:                                                          DATA:

PROF:                                                              TURMA:

NOME:         

Leia a piada:

   Juquinha estava chorando muito, quando seu avô, não aguentando mais aquele chororô, perguntou:

    – Por que você está chorando, Juquinha?

    – Eu perdi uma moeda de 1 real que ganhei do meu pai.

    – Toma lá 1 real. Pronto, nada de choro. Resolvido.

    Pouco depois, o Juquinha voltou a chorar.

    – Que é isso, Juquinha? Será que perdeu o real que te dei? – pergunta o avô.

    – Não vovô. Tá aqui!

    – Então, por que está chorando de novo?

    – É que se eu não tivesse perdido o que o papai me deu, eu teria 2 reais agora!

Disponível em: http://www.piadas.com.br. Acesso em: 25 de maio de 2016.

 

Questão 1 – Identifique o conflito em torno do qual se realiza o diálogo entre o avô e Juquinha:

 

Questão 2 – Em que fato reside o humor na piada?

 

Questão 3 – Não se percebe traço da linguagem informal em:

a) “[…] quando seu avô, não aguentando mais aquele chororô, perguntou […]”.

b) “– Toma lá 1 real. Pronto, nada de choro.”.

c) “– Não vovô. Tá aqui!”.

d) “– Então, por que está chorando de novo?”.

 

Questão 4 – Justifique o emprego da vírgula nos trechos a seguir:

a) “– Por que você está chorando, Juquinha?”:

 

b) “Pouco depois, o Juquinha voltou a chorar.”:

 

c) “É que se eu não tivesse perdido o que o papai me deu, eu teria 2 reais agora!”:

 

Por Denyse Lage Fonseca – Graduada em Letras e especialista em educação a distância.

As respostas estão no link acima do cabeçalho.







Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *