Interpretação de texto: Peixe para o bem do cérebro – 3º ano do ensino médio

    Interpretação de texto, “Peixe para o bem do cérebro”, destinada aos estudantes do 3º ano do Ensino Médio. Na notícia em questão,  apresenta-se a confirmação científica para algo já praticado pelas mães e avós. É pertinente elucidar que as diversificadas atividades propostas levam em consideração o tema e, sobremaneira, os recursos linguísticos utilizados na composição do texto.

    Esta atividade de português está disponível para download em modelo editável do Word, pronta para impressão em PDF e também a atividade respondida.


 

    Baixe esta atividade em:

 

ESCOLA:                                                          DATA:

PROF:                                                              TURMA:

NOME:      

Leia:

Peixe para o bem do cérebro

    Tem gente que não pode ouvir falar em óleo de fígado de bacalhau. Tudo bem que na vida existem coisas, digamos, mais saborosas. Mas, na maioria dos casos, a má impressão se deve a um trauma de infância, já que mães e avós obrigavam sua prole a mandar goela abaixo umas tantas colheradas do tal suplemento. A justificativa era vaga: “Faz bem”. E engula mais esta: elas estavam certas. Especialmente no que diz respeito à inteligência. Se não conheciam direito esse benefício, hoje a ciência explica.

    Claro, você não precisa recorrer ao óleo. Desde que acrescente algumas porções de peixe à sua dieta, está tudo certo. A medida é essencial para manter nada menos do que o cérebro em forma. Mas, tanto no óleo de fígado de bacalhau quanto em um sashimi de salmão ou numa sardinha bem temperada, os autores da proeza na massa cinzenta são os ácidos graxos ômega-3, encontrados principalmente em espécies de águas frias. “Esse tipo de gordura influencia o desempenho cognitivo”, aponta a pesquisadora Maria Aberg, da Universidade de Gotemburgo, na Suécia. […]

Disponível em: <http://saude.abril.com.br>. 

 

Questão 1 – A finalidade do texto é:

 

 

Questão 2 – Não se percebe no texto registro da linguagem:

a) culta

b) regional

c) científica

d) informal

 

Questão 3 – Identifique e explique o emprego do sinal de aspas no texto:

 

 

Questão 4 – Em “Desde que acrescente algumas porções de peixe à sua dieta, está tudo certo.”, o sentido do conectivo evidenciado ficará alterado sensivelmente se for substituído por:

a) Mesmo que

b) Sob condição de que

c) A menos que

d) Contanto que

 

Questão 5 – O item abaixo em que o elemento destacado tem o seu valor semântico corretamente indicado é:

a) “[…] a má impressão se deve a um trauma de infância, já que mães e avós […]”. (explicação)

b) “A medida é essencial para manter nada menos do que o cérebro em forma.”. (conclusão)

c) “Mas, tanto no óleo de fígado de bacalhau quanto em um sashimi de salmão”. (comparação)

d) “[…] encontrados principalmente em espécies de águas frias.”. (prioridade)

 

Questão 6 – Assinale a alternativa em que o emprego da crase é opcional:

a) “Mas, na maioria dos casos, a má impressão se deve à um trauma de infância […]”.

b) “[…] já que mães e avós obrigavam sua prole à mandar goela abaixo […]”.

c) “Especialmente no que diz respeito à inteligência.”.

d) “Desde que acrescente algumas porções de peixe à sua dieta, está tudo certo.”.

 

Questão 7 – Identifique os referentes dos termos sublinhados a seguir:

a) “[…] uma tantas colheradas do tal suplemento.”.

 

b) “E engula mais esta […]”.

 

c) “[…] elas estavam certas.”.

 

d) “Se não conheciam direito esse benefício, hoje a ciência explica.”.

 

e) “[…] os autores da proeza na massa cinzenta são os ácidos graxos ômega-3 […]”.

 

 

Questão 8 – No contexto “Peixe para o bem do cérebro”, o termo destacado é:

a) um adjetivo

b) um advérbio

c) um substantivo

d) uma conjunção

 

Por Denyse Lage Fonseca – Graduada em Letras e especialista em educação a distância.

As respostas estão no link acima do cabeçalho.







Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *