Interpretação de texto: O sapo e o coelho – 9º ano

Interpretação de texto: O sapo e o coelho - 9º ano

    Atividade de interpretação de texto, voltada para os alunos do 9º ano, visa ao aprimoramento de diferentes habilidades de leitura e ao estudo de variados recursos linguísticos. As questões propostas baseiam-se no texto O sapo e o coelho

    Esta atividade de português está disponível para download em modelo editável do Word, pronta para impressão em PDF e também a atividade respondida.



 

 

    Baixe esta atividade em:

 

ESCOLA:                                                          DATA:

PROF:                                                              TURMA:

NOME:     

Leia:

O sapo e o coelho

    O Coelho vivia zombando do Sapo. Achava-o preguiçoso e lerdo, incapaz de qualquer agilidade. O sapo ficou zangado:

    – Quer apostar carreira comigo?

    – Com você? – assombrou-se o coelho.

    – Justamente! Vamos correr amanhã, você na estrada e eu pelo mato, até a beira do rio…

    O coelho riu muito e aceitou o desafio. O sapo reuniu todos seus parentes e distribuiu-os na margem do caminho, com ordem de responder aos gritos do coelho.

    Na manhã seguinte, os dois enfileiraram-se e o coelho disparou como um raio, perdendo de vista o sapo que saíra aos pulos. Correu, correu, correu, parou e perguntou:

    – Camarada Sapo?

    Outro sapo respondia dentro do mato:

    – Oi?                                                                        

    O coelho recomeçou a correr. Quando julgou que seu adversário estivesse bem longe, gritou:

    – Camarada Sapo?

    – Oi? – coaxava um sapo. Debalde o coelho corria e perguntava, sempre ouvindo o sinal dos sapos escondidos. Chegou à margem do rio exausto, mas já encontrou o sapo, sossegado e sereno, esperando-o. O coelho declarou-se vencido.

Luís da Câmara Cascudo. Os compadres corcundas e outros contos brasileiros. Rio de Janeiro: Ediouro, 1997. p. 88.

 

Questão 1 – Identifique a finalidade do texto:

 

 

Questão 2 – Há o predomínio no texto da:

a) comparação entre o sapo e o coelho.

b) narração de fatos ocorridos.

 c) opinião sobre os episódios da história.

d) descrição de personagens e ambientes.

 

Questão 3 – Assinale a alternativa em que o sapo é caracterizado segundo a visão do coelho:

a) “Achava-o preguiçoso e lerdo, incapaz de qualquer agilidade.”

b) “[…] o coelho disparou como um raio, perdendo de vista o sapo que saíra aos pulos.”

c) “O coelho recomeçou a correr. Quando julgou que seu adversário estivesse bem longe […]”

d) “Chegou à margem do rio exausto, mas já encontrou o sapo, sossegado e sereno […]”

 

Questão 4 – Em todos os segmentos, os verbos sublinhados indicam fatos totalmente concluídos no momento em que são narrados, exceto em:

a) “O Coelho vivia zombando do Sapo.”

b) “- Com você? – assombrou-se o coelho.”

c) “O coelho riu muito e aceitou o desafio.”

d) “O coelho declarou-se

 

Questão 5 – Na parte “[…] e distribuiu-os na margem do caminho, com ordem de responder aos gritos do coelho.”, o pronome destacado substitui, considerando-se o contexto:

 

Questão 6 – Na passagem “[…] os dois enfileiraram-se e o coelho disparou como um raio […]”, a palavra grifada introduz:

a) uma exemplificação

b) um comentário

c) uma comparação

d) uma fala de um personagem.

 

Questão 7 – Em “Debalde o coelho corria e perguntava, sempre ouvindo o sinal dos sapos escondidos.”, o termo destacado poderia ser substituído por:

a) velozmente

b) eloquentemente

c) insistentemente

d) inutilmente

 

Questão 8 – No trecho “Chegou à margem do rio exausto, mas já encontrou o sapo, sossegado e sereno […]”, a conjunção sublinhada estabelece entre as orações a relação de:

a) adição

b) oposição

c) condição

d) causa

Por Denyse Lage Fonseca – Graduada em Letras e especialista em educação a distância.

As respostas estão no link acima do cabeçalho.







Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *