Interpretação de texto: Dor de ouvido – 7º ano

    Interpretação de texto, “Dor de ouvido”, direcionada aos estudantes do 7º ano. Entre as questões propostas, contempla-se o emprego do verbo imperativo, de modo contextualizado.

    Esta atividade de português está disponível para download em modelo editável do Word, pronta para impressão em PDF e também a atividade respondida.


 

    Baixe esta atividade de interpretação em:

 

 

ESCOLA:                                                          DATA:

PROF:                                                              TURMA:

NOME:      

Leia:

Dor de ouvido

    Coloque compressas quentes sobre o ouvido doente. As compressas podem ser panos quentes, sacos de água quente, etc. Tome cuidado para que ela não esteja quente demais e queime a orelha da pessoa. Essas compressas são para colocar em cima da orelha, como se estivessem tampando-a e não para colocar dentro do ouvido. Nunca coloque nada quente dentro do ouvido, como gotas, óleos, etc., a menos que seja uma receita do médico. Não deixe a pessoa assoar o nariz com força, isso aumentará a dor. Isso tudo é só para aliviar a dor, só o médico pode dizer o que a pessoa tem e receitar um remédio. Fique ligado!

Disponível em: http://iguinho.ig.com.br/primeiro-socorros.html.

 

Questão 1 – Identifique o objetivo do texto acima:

 

Questão 2 – Há o predomínio no texto de sequências do tipo:

a) injuntivo

b) descritivo

c) narrativo

d) expositivo

 

Questão 3 – Assinale a alternativa cujo verbo não se encontra na forma imperativa, tendo em vista o contexto em que se insere:

a) “Coloque compressas quentes sobre o ouvido doente.”.

b) “Tome cuidado para que ela […]”.

c) “[…] a menos que seja uma receita do médico.”.

d) “Fique ligado!”.

 

Questão 4 – Em “[…] o médico pode dizer o que a pessoa tem […]”, o termo sublinhado indica:

a) prioridade

b) restrição

c) retificação

d) condição

 

Por Denyse Lage Fonseca – Graduada em Letras e especialista em educação a distância.

As respostas estão no link acima do cabeçalho.







Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *