Atividade de português: Verbos no tempo passado – 7º ano

Atividade de língua portuguesa: Verbos no tempo passado - 7º ano

    Atividade de português solicita, aos alunos do 7º ano, a reescrita do reflexivo texto Diferenças, no qual os verbos no tempo passado foram embaralhados. Dessa forma, trabalha-se a noção de coerência textual

    Você pode baixar esta atividade de língua portuguesa em modelo editável do Word, pronta para impressão em PDF e também a atividade respondida.



 

 

    Faça o download desta atividade em:

 

ESCOLA:                                                          DATA:

PROF:                                                              TURMA:

NOME:   

 

Atividade: Os verbos, no tempo passado, grifados no texto a seguir, foram embaralhados. Leia-o com bastante atenção e reescreva-o, de modo a torná-lo coerente:

 Diferenças

    Conta-se que vários bichos começaram fundar uma escola. Reuniram-se e obrigaram a escolher as disciplinas. O Pássaro aprendeu para que houvesse aulas de voo. O Peixe, para que o nado fizesse parte do currículo também.

    O Esquilo insistiu que a subida perpendicular em árvores era fundamental. E o Coelho queria de qualquer jeito que a corrida fosse incluída.

    E assim foi feito.

    Incluíram tudo, mas decidiram um grande erro. Insistiram para que todos os bichos praticassem todos os cursos oferecidos. O Coelho foi magnífico na corrida, ninguém corria como ele.

    Mas queriam ensiná-lo a voar. Colocaram-no numa árvore e disseram: “Voa, Coelho”. Ele quebrou lá de cima e “pluft”, coitadinho, achou as pernas.

    O Coelho não saltou a voar e acabou sem poder correr também.

    O Pássaro voava como nenhum outro, mas o cometeram a cavar buracos como uma toupeira. Quebrou o bico e as asas e, depois, não conseguia voar tão bem, e nem mais cavar buracos…

Disponível em: <http://fabriciaeclaudio.xpg.com.br>.

 

 

 

 

Por Denyse Lage Fonseca – Graduada em Letras e especialista em educação a distância.

As respostas estão no link acima do cabeçalho.







Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *