Atividade de português: Texto teatral e carta – 7º ano

Atividade de português: Texto teatral e carta - 7º ano

    Atividade de português, indicada a alunos do sétimo ano do ensino fundamental, sobre Texto teatral e texto epistolar(carta).

    Esta atividade de língua portuguesa está disponível para download em modelo editável do Word, pronto para impressão em PDF e também a atividade respondida.



 

 

    Baixe esta atividade em:

 

ESCOLA:                     DATA:

PROF:                         TURMA:

NOME:

    Atividade de Língua Portuguesa

    1.Leia a música “Eu cresci” e circule todas as conjunções que encontrar. Lembre-se conjunção é um  elemento de ligação entre orações.

    Eu cresci- Maisa

     Você me diz

    Que o tempo passou

    Que eu cresci e o mundo mudou

    É bem assim que tudo acontece

    É só olhar ao seu redor

    Pra ver que todo mundo cresce

    A flor, o amor

    A grama no quintal

    A borboleta, o passarinho

    Cada um no seu caminho

   Melhor saber que isso é natural

    Quando você vê tudo mudou de vez

    E o meu coração fica

    Bem maior

    Pra caber meu sonho

    Pro que eu vou viver

    Uma imensidão

    Brilha feito sol

    E faz a gente ver

    Como é bom

    Poder crescer

 

      Leia o texto abaixo e responda às questões 2, 3 e 4

    Busca Ao Tesouro

    MONTEIRO LOBATO

    1ª CENA

    Dona Benta: Bom dia! (ou Boa tarde). Gosto muito de contar histórias para as crianças. Hoje estou aqui para contar mais uma história muito interessante a vocês. É a história de um tesouro escondido. Um tesouro muito valioso. Todos que tinham alguns problemas e     tocassem naquele tesouro, os problemas desapareciam. A nossa história começa, quando Pedrinho sonha numa noite de luar.

   Pedrinho: (Deitado em sua caminha, luar ao fundo, a boneca Emília entra)

    Emília: Pedrinho, acorda. Você tem uma grande missão a realizar. Pedrinho: O quê? (acordando) Quem está falando?

    Emília: Sou eu, a boneca Emília. Não me conhece mais não? Sou a boneca de Narizinho.

    Pedrinho: Boneca Emília? Mas bonecas não falam. Deve ser um sonho. Vou voltar a dormir. (deita se)

    Emília: Será que eu vou ter que beliscar o seu bumbum?

     Pedrinho: Acho bom, prá eu ter certeza que não é um sonho.

    Emília: (Se aproxima e belisca o seu bumbum) Pedrinho: Ái, doeu sabia.! Emília: Você não pediu?

    Pedrinho: Pedi, mas não precisava exagerar. Emília: E então, está preparado?

    Pedrinho: Preparado prá que?

    Emília: Preparado para encontrar um grande tesouro.

    Pedrinho: Tesouro? Que tesouro?

    Emília: O que você vai procurar.

    Pedrinho: Mas é necessário que eu vá mesmo? Por que eu?

    Emília: Porque você foi o escolhido. Pedrinho: Essa história não está me cheirando bem. Mas se é para o bem de todos, diga aos seus superiores que eu vou.

     2ª CENA

    Dona Benta: Pedrinho, então, juntou as suas coisas de viagem, colocou em uma maletinha e saiu estrada a fora. Em busca daquele tal tesouro. Mas quando ele estava no meio do caminho, descobriu que não tinha pego as pistas, e imaginou…

    Pedrinho: Caramba, mas prá que lado eu vou? Prá lá ou para cá.? Estou perdido. E agora. O que faço? Visconde: (entrando) Bom dia Pedrinho? Prá onde você está indo?

    Pedrinho: Não sei. Acho que me perdi. Eu tinha que encontrar um grande tesouro, mas não me deram as pistas.

    Visconde: Que tesouro é esse? Pedrinho: Não sei te informar, só sei que é um grande tesouro.

    Visconde: Posso ir com você?

    Pedrinho: Eu acho que pode.

    Visconde: Então vamos por ali. Acho que sei o caminho. (sai na frente)

    Pedrinho: Mas como que ele sabe o caminho? (sai também)

    3ª CENA

    Dona Benta: Mas eis que naquela estrada uma vilã muito ruim resolve aparecer para atrapalhar tudo. Porque ela tinha muito interesse naquele tesouro. Era a bruxa Cuca.

    Cuca: Então quer dizer que esses dois estão indo procurar um grande tesouro. Pois fiquem sabendo que eu também estou procurando esse tesouro. Ele é muito valioso. É mágico. E como eu já sei fazer algumas mágicas, com ele vou fazer muito mais, e serei a Dona do Sítio do Pica-pau amarelo. Mas sozinha acho que não vou conseguir, preciso de um aliado. (aparece o Saci) Acho que já encontrei alguém.

    Saci: Bom dia Cuca? O que está fazendo por aqui?

    Cuca: Procurando um grande tesouro. Um super tesouro. Um baita de um tesouro. Será que você não podia me ajudar, não? Saci: Ajudar? Eu? Será que eu devo em crianças?

    Cuca: Repartirei a metade com você, está bem? Saci: A metade? Um grande tesouro? Quem sabe assim com esse grande tesouro eu não consigo melhorar a minha aparência… Então eu vou.  

          

     2.O texto acima apresenta: personagens, 1ª, 2ª e 3ª cenas, rubricas, falas das personagens. Essas características são:

    a.(   )de um texto teatral                             

    b.(   )de uma notícia

    c .(   )de uma narrativa ficcional

    d.(   ) de uma carta

 

    3.Que personagens atuam nessas cenas?

 

    4.As frases entre parênteses se chamam rubricas. Para que elas servem?

 

  1. Belo Horizonte, 22 de dezembro de 2016. 

    Amado filho Carlito, 

        Há duas semanas você viajou para fazer o tão sonhado intercâmbio em Londres, e já sinto imensas saudades. 
        Como foi a viagem? Estranhou o clima e a alimentação britânicos? Você vai  ficar aí dois anos, por isso, trate de escrever mais, já que nem sempre será  possível telefonar. O que você está achando da cidade e dos londrinos? 
        Seu pai e seus irmãos enviam fortes abraços, e Brendo pede que você entre em  contato com ele pela internet. Na próxima semana será o aniversário de sua irmã Ana Maria; não se esqueça de telefonar. 
        Aqui em Porto Alegre tem chovido bastante, e o calor continua intenso. Nas férias de janeiro, vamos pra Camboriu.  Vai ser tudo tão estranho sem você! 
       Cuide-se bem, proteja-se do frio que é terrível nessa época e veja bem com quem vai andar. Seu irmão pretende passar o mês de julho com você, se tudo correr bem. Se precisar de qualquer coisa, ligue para nós imediatamente. 
        Responda logo e envie fotos. 

    Mil beijos. 
    Kátia. 

 

    A carta pessoal costuma apresentar uma estrutura padrão, composta de local e data, vocativo (geralmente com o nome  da pessoa a quem se dirige a carta), texto e assinatura. Na carta em estudo, identifique todos esses elementos e transcreva-os no local indicado.

LOCAL:

DATA: 

VOCATIVO: 
DESPEDIDA:  

ASSINATURA: 

 

  1. Quanto é a variedade de linguagem empregada na carta?
    Por que foi utilizado esse tipo de linguagem?
     

    7.Qual é a mensagem da carta?

 

    8.Para qual local a família do Carlito irá viajar nas férias? Qual é o pesar da mãe a respeito da viagem?

 

  1. Preencha corretamente o envelope de carta abaixo com os dados apresentados:

Remetente: Alfonso de Albuquerque                            Destinatário:Junior Rosa

Rua: Dourados, nº 277. Jardim Alvorada                      Avenida Brasil, nº 50- Centro

Nova Andradina- MS                                                                 Jundiaí- SP

CEP: 15650-000                                                                           CEP: 14700-000

 

  1.  Observe a propaganda abaixo:

    a.Quais argumentos o autor da propaganda utilizou para convencer o consumidor desse produto?                      

 

    b.Quem é o público alvo da propaganda da Seda?

 

 

 

Por Rosiane Fernandes Silva

As respostas estão no link acima do cabeçalho.







Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *