Atividade de português: Porquês – 8º ano

Atividade de português: Porquês - 8º ano

    Atividade de português, dirigida aos alunos do 8º ano,  visa ao estudo dos porquês, com base no texto que responde à pergunta Por que sentimos medo?

    Você pode baixar esta atividade de língua portuguesa em modelo editável do Word, pronta para impressão em PDF e também a atividade respondida.



 

 

    Faça o download desta atividade em:

 

ESCOLA:                                                          DATA:

PROF:                                                              TURMA:

NOME:   

Leia:

Por que sentimos medo?

    Porque ele é importante para a nossa sobrevivência. O medo é um alerta natural que nos protege de perigos: ele permite que você reaja diante de uma situação de risco – seja para enfrentar o que está acontecendo ou fugir. Esse sentimento só se torna um problema se aparecer quando não há motivo. Aí, é preciso conversar com seus pais e procurar um médico para entender o porquê disso.

Disponível em: <http://recreio.uol.com.br/noticias/curiosidades/>.

 

Questão 1 – Identifique a definição apresentada pelo texto para o medo:

 

Questão 2 – “Aí, é preciso conversar com seus pais e procurar um médico para entender o porquê disso.” A que situação o texto se refere?

 

Questão 3 – Foram empregadas algumas palavras que retomam a palavra “medo”. Grife-as nas passagens a seguir:

a) “Porque ele é importante para a nossa sobrevivência.”

b) “[…] ele permite que você reaja diante de uma situação de risco […]”

c) “Esse sentimento só se torna um problema se aparecer quando não há motivo.”

 

Questão 4 – O travessão utilizado no texto introduz:

a) um comentário avaliativo

b) uma citação

c) uma explicação

d) uma exemplificação

 

Questão 5 – O texto apresenta diferentes grafias do porquê. Justifique o emprego de cada uma delas nas seguintes passagens:

a) “Por que sentimos medo?”

 

b) “Porque ele é importante para a nossa sobrevivência.”

 

c) “[…] e procurar um médico para entender o porquê disso.”

 

 

Por Denyse Lage Fonseca – Graduada em Letras e especialista em educação a distância.

As respostas estão no link acima do cabeçalho.







Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *