Atividade de português: Ponto de exclamação – 6º ano

Atividade de português: Ponto de exclamação - 6º ano

    Atividade de português, dirigida aos alunos do 6º ano, visa ao estudo do ponto de exclamação, por meio de texto sobre o iceberg. 

    Você pode baixar esta atividade de língua portuguesa em modelo editável do Word, pronta para impressão em PDF e também a atividade respondida.



 

 

    Faça o download desta atividade em:

 

ESCOLA:                                                          DATA:

PROF:                                                              TURMA:

NOME:   

Leia:

Saiba o que é iceberg

    Icebergs são grandes pedaços de gelo, formados de água doce, que se desprendem das geleiras. Eles surgem a partir da ação das correntes marítimas: com o tempo, o sobe e desce faz com que apareçam microfraturas no gelo. Elas se expandem até que um pedaço se solta, formando o iceberg. Em média, icebergs medem 70 metros de altura. Disso tudo, entre 60% e 70% ficam submersos. É que a densidade do gelo é um pouco menor que a da água salgada. E eles também são superpesados: em média, um iceberg ártico (no Norte do planeta) pesa 200 mil toneladas; na Antártica, são comuns os com 10 milhões de toneladas!

Disponível em: < http://recreio.uol.com.br/noticias/curiosidades/>.

 

Questão 1 – No título “Saiba o que é um iceberg”, a palavra destacada expressa:

a) uma ordem

b) um desejo

c) uma hipótese

d) um convite

 

Questão 2 – Identifique a definição para icebergs:

 

 

Questão 3 – Por que a maior parte do iceberg fica submersa?

 

 

Questão 4 – Na passagem “[…] na Antártica, são comuns os com 10 milhões de toneladas!”, o ponto de exclamação indica:

a) espanto

b) tristeza

c) alegria

d) admiração

 

Questão 5 – A que se referem os termos sublinhados a seguir?

a) “Eles surgem a partir da ação das correntes marítimas […]”

 

b) “Elas se expandem até que um pedaço se solta […]”

 

 

 

Por Denyse Lage Fonseca – Graduada em Letras e especialista em educação a distância.

As respostas estão no link acima do cabeçalho.







Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *