Atividade de literatura: Versos, estrofes e rimas – 1º ao 3º ano do ensino médio

Atividade de literatura: Versos, estrofes e rimas - 1º ao 3º ano do ensino médio

    Atividade de Literatura, proposta a alunos do primeiro ao terceiro ano do ensino médio, sobre versos, estrofes e rimas. Esta atividade de português contém questões sobre identificação de esquema de rima, classificação das estrofes quanto ao número de versos, análise de poema e produção de poema, com tema livre.

    Esta atividade de língua portuguesa está disponível para download em modelo editável do Word, pronto para impressão em PDF e também a atividade respondida.



 

 

    Baixe este exercício de português em:

 

 

ESCOLA:                                                          DATA:

PROF:                                                              TURMA:

NOME:     

LITERATURA – VERSOS, ESTROFES E RIMAS

VERSO: Cada linha de um poema.

ESTROFE: Conjunto de versos separados por um espaço.

CLASSIFICAÇÃO QUANTO AO  NÚMERO DE VERSOS POR ESTROFE

MONÓSTICO

6 VERSOS

SEXTILHA

 

DÍSTICO

7 VERSOS

SÉTIMA

 

TERCETO

8 VERSOS

OITAVA

 

QUADRA

9 VERSOS

NONA

 

QUINTILHA

10 VERSOS

DÉCIMA

 

 

METRO-  Os versos classificam-se quanto ao número de silabas métricas.

CLASSIFICAÇÃO QUANTO AO  NÚMERO DE SÍLABAS

Monossílabo

7 sílabas

Heptassílabo ou Redondilha maior

 

Dissílabo

8 sílabas

octossílabo

 

Trissílabo

9 sílabas

eneassílabo

 

Tetrassílabo ou quadrissílabo

10 sílabas

decassílabo

 

Pentassílabo ou redondilha menor

11 sílabas

hendecassílabo

 

hexassílabo

12 sílabas

Dodecassílabo ou verso alexandrino

 
 

12 sílabas

Verso livre

 

Rima: A rima é a correspondência de sons em um poema. Os versos que rimam chamam-se versos rimados. Os versos que não rimam chamam-se versos soltos ou brancos.

Observe a classificação quanto à posição da rima em uma estrofe:

Rima cruzada- Os versos rimam alternadamente.

A cobra foi cobrar as contas  a

Que ela tinha que cobrar       b

Eram tantas, tantas contas,   a

Todas contas de um colar.     b

 

Rima emparelhada –Os versos rimam dois a dois.

Não me olhe de lado            a

que eu não sou melado.       a

Não me olhe de banda         b

que eu não sou quitanda.     b

 

Rima interpolada –Os versos que rimam estão separados por dois ou mais versos que terminam de forma diferente.

Mas onde andará                  a

Que não o vi?                         b

Nas águas de Lambari          b

Nos reinos de Canadá?         a

Dependendo da escolha das palavras as rimas podem ser denominadas em pobre, ricas, raras ou preciosas. Observe os exemplos abaixo:

Rima  pobre – Quando as palavras que rimam pertencem a mesma classe gramatical. No exemplo ao lado todas as palavras são substantivos.

Uma pulga no cambito                              a
deu um pulo, virou cabrito                       a
Uma pulga na poupança                           b
deu um pulo e foi à França .                      b
[…]As aventuras da Pulga- Elias José

Rima rica: Quando as palavras que rima pertencem a classes gramaticais diferentes. Exemplo:mundo – substantivo, rodava – verbo.

A ciranda rodava no meio do mundo,             a
No meio do mundo a ciranda rodava.             b
E quando a criança passava um segundo,      a
Um grilo, sozinho no mundo, cantava…         b

Rima  Rara –Rima obtida com palavras que permitem poucas rimas, porque não há muitos vocábulos que permitem a aproximação sonora. Como no exemplo ao lado em que a palavra Elêusis não permite muita combinação sonora, salvo  com a palavra deuses.

Argila – Raul Leoni

Nascemos um para o outro, dessa argila
De que são feitas as criaturas raras;
Tens legendas pagãs nas carnes claras
E eu tenho a alma dos faunos na pupila…

Às belezas heroicas te comparas
E em mim a luz olímpica cintila,
Gritam em nós todas as nobres taras
Daquela Grécia esplêndida e tranquila…

É tanta a glória que nos encaminha
Em nosso amor de seleção, profundo,
Que (ouço ao longe o oráculo de Elêusis)

Se um dia eu fosse teu e fosses minha,
O nosso amor conceberia um mundo
E do teu ventre nasceriam deuses… 

http://www.casadobruxo.com.br/poesia/r/argila.htm

Rimas mistas ou misturadas- São aquelas que não seguem uma “esquematização regular”, ou seja, não possuem esquema fixo.

Meninas de bicicleta          a

Que fagueiras pedalais       b

Quero ser vosso poeta!      a

Ó transitórias estátuas       c

Esfuziantes de azul            d

Louras com peles mulatas  c

Princesas da zona sul         d

Balada das meninas de bicicleta ( Vinícius de Moraes)

As rimas também podem ser internas, ou seja, ocorrem no interior dos versos. Exemplo:

Admirável gado novo- Zé Ramalho

Vocês que fazem parte dessa massa
Que passa nos projetos do futuro
É duro tanto ter que caminhar
E dar muito mais do que receber

E ter que demonstrar sua coragem
À margem do que possa parecer
E ver que toda essa engrenagem
Já sente a ferrugem lhe comer

Ê, ô, ô, vida de gado
Povo marcado, ê!
Povo feliz!
Ê, ô, ô, vida de gado
Povo marcado, ê!
Povo feliz!

https://www.letras.mus.br/ze-ramalho/49361/

 

Atividades

1) Pesquise: 2 poemas ou  2 músicas, em seguida, identifique o esquema de rimas utilizado pelo autor/compositor.  Após ,  faça a  classificação das estrofes quanto ao número de versos em cada texto.

 

 

2) Produza  um poema com tema livre, a escolha quanto ao número de versos em cada estrofe e o tipo de rima fica a seu critério, porém ao socializar com a turma você deverá explanar suas escolhas.

 

Leia o poema a seguir:

Sobre as ambições

                                                                                   Só

                                                                                    de pó

                                                                               Deus o fez

                                                                           Mas ele, em vez

                                                                       De se transformar

                                                                Quis ser sol, quis ser mar,

                                                            e ser céu… __ ser tudo, enfim!

                                                              Mas nada pôde!E foi assim

                                                            Que se pôs a chorar de furor…

                                                    Mas___ah!___foi sobre a sua própria dor

                                                    Que as lágrimas tristes rolaram. E o pó

                                                  molhado, ficou sendo lodo___e lodo só!

Guilherme de Almeida. Meus versos mais queridos, pág. 64. Rio de Janeiro: Ediouro, 1984.


3) Qual é o tema proposto no poema?

 

 

4) Reflita qual o significado da palavra só no poema? Essa palavra pode representar fases da nossa vida? Quais?

 

 

5) Observe a disposição e a quantidade de palavras em cada verso do poema, após faça um paralelo com o título. Em seguida, responda o que aumento do número de palavras  sugere em relação a ambição humana?

 

 

6) Agora é a sua vez de criar releituras de poemas. Para tanto complete as lacunas dos textos com palavras que deem sentido e que rimam.  Após faça a classificação das rimas criadas. Atenção, após terminar a atividade você pode pesquisar o poema original.

a) Troco um passarinho na gaiola

Por um gavião_____________

Troco um passarinho na gaiola

Por uma gaivota ___________

Classificados poéticos- Roseana Murray

 

b) Pão mole logo se engole

O pão torrado é __________

O pão duro eu não aturo

O pão de forma é _________

Pão,pão…queijo,queijo – Ciça

 

c) O mundo é grande e_________

Nesta janela sobre o mar

O mar é grande e __________

Na cama e no colchão ____________

O mundo é grande – Carlos Drummond de Andrade

 

d) Onde está o rato

Que se escondeu no___________?

Onde estará o meu ____________

Que escondi perto ______________?

Tolas perguntas – Elias José

 

e) Um passarinho me ________

Que a ostra é muito__________

Que a cobra é muito__________,

Que a arara é _______________

E que o leão marinho e a_________

Xô, xô, passarinho, chega de____________!

O que disse o passarinho- José Paulo Paes

 

 

Por Rosiane Fernandes Silva – Graduada em Letras

As respostas estão no link acima do cabeçalho.







Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *