Interpretação de texto: Quiabo – 8º ano

Interpretação de texto: Quiabo - 8º ano

    Interpretação de texto, indicada aos estudantes do oitavo ano, com vistas ao estudo da notícia que trata de um importante alimento, presente em diversificados pratos típicos do Brasil: o quiabo

    Você pode fazer o download desta atividade de português em modelo editável do Word, pronta para impressão em PDF e também a atividade respondida.

 


 

    Baixe esta interpretação de texto em:

 

ESCOLA:                                                          DATA:

PROF:                                                              TURMA:

NOME:      

Leia:

Quiabo 

    Bastante popular na mesa dos brasileiros, o quiabo passou a fazer parte da culinária brasileira ainda na época da escravidão e logo foi incorporado a nossa alimentação. Hoje, já é ingrediente indispensável em muitos pratos típicos de diversas regiões do país. Quem não conhece o caruru, quiabo cozido com camarão seco? Ou o frango com quiabo e, ainda, o refogado de carne com quiabo, pratos tipicamente mineiros?

Disponível em: http://migre.me/acoi9. (Fragmento) 

 

Questão 1 – A finalidade do texto é:

a) instruir no preparo do refogado de quiabo com carne.

b) apresentar as propriedades nutritivas do quiabo.

c) divulgar a culinária mineira, sobretudo, no que se refere ao prato “caruru”.

d) informar sobre a origem e a presença do quiabo no Brasil.

 

Questão 2 – Em “Quem não conhece o caruru, quiabo cozido com camarão seco?”, a vírgula introduz:

a) um complemento nominal

b) um vocativo

c) um predicativo do sujeito

d) um aposto

 

Questão 3 – Identifique o elemento que substitui a palavra-chave “quiabo”:

 

Questão 4 – O quiabo “foi incorporado a nossa alimentação”. Então, ele foi:

a) aprimorado em nossa alimentação.

b) resgatado por nossa alimentação.

c) introduzido em nossa alimentação.

d) reconhecido em nossa alimentação.

 

Por Denyse Lage Fonseca – Graduada em Letras e especialista em educação a distância.

As respostas estão no link acima do cabeçalho.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *