Interpretação de texto: Os diamantes – 1º ano do ensino médio

Interpretação de texto: Os diamantes - 1º ano do ensino médio

    Interpretação de texto, “Os diamantes”, dirigida aos estudantes do 1º ano do Ensino Médio. O referido texto trata da origem dos diamantes, sob a ótica popular. A atividade compõe-se de variadas questões que contemplam as características do gênero em si, bem como os recursos linguísticos utilizados em sua composição.

    Esta atividade de português está disponível para download em modelo editável do Word, pronta para impressão em PDF e também a atividade respondida.


 

    Baixe esta atividade de interpretação em:

 

ESCOLA:                                                          DATA:

PROF:                                                              TURMA:

NOME:      

Leia:

Os diamantes

    Um casal de índios vivia, juntamente com sua tribo, à beira de um rio da região Centro-Oeste. Ele, um guerreiro poderoso e valente, chamava-se Itagibá, que significa “braço forte”. Ela, uma jovem e bela moça, tinha o nome de Potira, que quer dizer “flor”. Viviam os dois muito felizes, quando sua tribo foi atacada por outros selvagens da vizinhança.

    Começou a guerra e Itagibá teve de acompanhar os outros guerreiros que iam lutar contra o inimigo. Quando se despediram, Potira não deixou cair uma só lágrima, mas seguiu, com o olhar muito triste, o marido que se afastava em sua canoa que descia o rio.

    Todos os dias, Potira, com muita saudade, ia para a margem do rio, esperar o esposo. Passou-se muito tempo. Quando os guerreiros da tribo regressaram à sua taba, Itagibá não estava entre eles. Potira soube, então, que seu marido morreu lutando bravamente. Ao receber essa notícia, a jovem índia chorou muito. E passou o resto da vida a chorar.

    Tupã, o deus dos índios, ficou com dó e transformou as lágrimas de Potira em diamantes, que se misturaram com a areia do rio. É por isso, dizem, que os diamantes são encontrados entre os cascalhos e areias do rio. Eles são as lágrimas de saudade e de amor da índia Potira.

Disponível em: http://www.potyguar.com.br .

 

Questão 1 – O texto lido é do gênero:

a) conto

b) lenda

c) notícia

d) artigo enciclopédico

 

Questão 2 – Identifique o objetivo do texto:

 

Questão 3 – Em “Eles são as lágrimas de saudade e de amor da índia Potira.”, a forma pronominal sublinhada substitui, considerando-se o contexto, o termo:

 

 

Questão 4 – Grife no trecho, a seguir, os adjetivos utilizados na caracterização dos personagens:

“Ele, um guerreiro poderoso e valente, chamava-se Itagibá, que significa “braço forte”. Ela, uma jovem e bela moça, tinha o nome de Potira, que quer dizer “flor”.

 

Questão 5 – Assinale a passagem que caracteriza o clímax da história:

a) “Viviam os dois muito felizes, quando sua tribo foi atacada por outros selvagens da vizinhança.”

b) “Começou a guerra e Itagibá teve que acompanhar os outros guerreiros que iam lutar […]”.

c) “Potira soube, então, que seu marido morreu lutando bravamente.”.

d) “Tupã, o deus dos índios, ficou com dó e transformou as lágrimas de Potira em diamantes […]”.

 

Questão 6 – Em todos os segmentos, percebe-se, de forma explícita, a progressão do tempo, exceto em:

a) “Todos os dias, Potira, com muita saudade, ia para a margem do rio, esperar o esposo.”.

b) “Passou-se muito tempo.”.

c) “Quando os guerreiros da tribo regressaram à sua taba, Itagibá não estava entre eles.”.

d) “E passou o resto da vida a chorar.”.

 

Questão 7 – Há o predomínio no texto de sequências do tipo:

a) expositivo

b) descritivo

c) argumentativo

d) narrativo

 

Questão 8 – No trecho “Tupã, o deus dos índios, ficou com dó e transformou as lágrimas de Potira em diamantes […]”, a  inserção anteriormente destacada exerce a função de:

a) predicativo do sujeito

b) aposto

c) vocativo

d) complemento nominal

 

Questão 9 –  Na frase “Começou a guerra e Itagibá teve de acompanhar os outros guerreiros que iam lutar contra o inimigo.”, o fato expresso pela locução verbal evidenciada indica:

a) obrigação

b) promessa

c) desejo

d) hipótese

 

Por Denyse Lage Fonseca – Graduada em Letras e especialista em educação a distância.

As respostas estão no link acima do cabeçalho.






Um comentário para Interpretação de texto: Os diamantes – 1º ano do ensino médio

  1. Catarina Barcelos disse:

    Muito interessante!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *