Interpretação de texto: A lenda do Ipê – 9º ano

Interpretação de texto: A lenda do Ipê - 9º ano

     Interpretação de texto, “A lenda do Ipê”, direcionada aos estudantes do 9º ano. A referida lenda conta-nos sobre a situação conflituosa vivenciada pelos ipês, uma vez que não conseguiam florescer, ao contrário das demais árvores da floresta. Então, o que aconteceu? Não deixe de conferir o texto! As diversificadas questões propostas exploram o conflito inerente à lenda, bem como os recursos linguísticos utilizados em sua construção.

     Você pode baixar esta atividade de português em modelo editável do Word, pronta para imprimir em PDF e também a atividade respondida.


    Faça o download desta interpretação em:

 

ESCOLA:                                                          DATA:

PROF:                                                              TURMA:

NOME:      

Leia:

A lenda do Ipê 

    Naqueles tempos, o inverno estava nos seus últimos dias e todas as árvores da floresta estavam começando a florescer. Somente os Ipês continuavam sem flores. Os Ipês, cada vez mais se entristeciam com aquela situação, pois eram os únicos que não tinham nem flores nem frutos.

    Então, os amarelos canários-da-terra, percebendo a tristeza dos Ipês, resolveram fazer seus ninhos somente nos galhos de um dos Ipês. E ninhais também foram feitos pelas araras-vermelhas e azuis e os sanhaços em outro; as garças-brancas em outro, as siaciras em outro, e num outro Ipê menos imponente, foram os periquitos, jandaias, maritacas e papagaios.

    Os Ipês ficaram muito felizes e resolveram pedir aos deuses que lhes dessem flores, como forma de agradecimento aos canários-da-terra, e a todos os outros pássaros da floresta, pela alegria que tinham levado a eles. No dia seguinte, dizem, sob o mais belo céu azul que aqueles sertões já conheceram, os Ipês floresceram, em várias cores. E cada um dos Ipês se vestiu nas cores e matizes dos pássaros que os haviam adotado. Quando tudo aconteceu, era agosto. E assim, desde então, os Ipês têm florescido nos meses de agosto e setembro. […]

Disponível em: http://www.migre.me/kopurs. 

 

Questão 1 – Identifique o conflito em torno do qual a narrativa se desenvolveu:

 

Questão 2 – Assinale a alternativa em que se registra a personificação:

a) “Somente os ipês continuavam sem flores.”.

b) “Os Ipês, cada vez mais se entristeciam com aquela situação […]”.

c) “E ninhais também foram feitos pelas araras-vermelhas e azuis e os sanhaços em outro […]”.

d) “[…] os Ipês têm florescido nos meses de agosto e setembro.”.

 

Questão 3 – Em “[…] pela alegria que tinham levado a eles.”, a palavra sublinhada refere-se aos:

a) ipês

b) deuses

c) canários-da-terra

d) outros pássaros da floresta

 

Questão 4 – Em “E cada um dos Ipês se vestiu nas cores e matizes dos pássaros que os haviam adotado.”, o termo destacado poderia ser substituído por:

a) enfeites

b) características

c) tonalidades

d) particularidades

 

Questão 5 – “Somente os Ipês continuavam sem flores”. Nesse trecho, percebe-se que os ipês se encontram em uma situação de:

a) exclusão

b) integração

c) restrição

d) transformação

 

Questão 6 – “[…] foram os periquitos, jandaias, maritacas e papagaios.”. Nessa passagem, as vírgulas foram utilizadas para a indicação de:

a) uma explanação

b) uma exemplificação

c) uma inserção

d) uma enumeração

 

Questão 7 – Então, os amarelos canários-da-terra, percebendo a tristeza dos Ipês, resolveram fazer seus ninhos somente nos galhos de um dos Ipês.”.  O termo sinalizado retoma o parágrafo anterior para instituir a relação de:

a) continuidade

b) consequência

c) causa

d) condição

 

Questão 8 – No contexto da sentença “Os Ipês ficaram muito felizes […]”, o termo destacado exerce a função de:

a) adjunto adnominal

b) complemento verbal

c) predicativo do sujeito

d) adjunto adverbial

 

 

Por Denyse Lage Fonseca – Graduada em Letras e especialista em educação a distância.

            As respostas estão no link acima do cabeçalho.




2 Comentários para Interpretação de texto: A lenda do Ipê – 9º ano

  1. Amélia Coelho Castro disse:

    Adoro trabalhar com lendas! As questões sobre ela são ricas!

  2. OZANA MARIA DA SILVA CRUZ disse:

    Muito boas atividades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *