Atividade de português: Ponto e vírgula – 9º ano

Atividade de língua portuguesa: Ponto e vírgula - 9º ano

    Atividade de português, voltada para os alunos do 9º ano, propõe o estudo do ponto e vírgula, por meio de texto que exalta as belezas naturais. 

    Esta atividade de língua portuguesa está disponível para download em modelo editável do Word, pronta para impressão em PDF e também a atividade respondida.


 

    Baixe esta atividade em:

 

ESCOLA:                                                          DATA:

PROF:                                                              TURMA:

NOME:   

Leia:

            É inevitável não abusar do superlativo quando se descreve uma beleza natural. Os lugares que se focalizam nesta obra, quando não podem ser qualificados como os mais belos e espetaculares, são os mais harmoniosos; os animais, se não são os mais velozes, são os mais raros; e os povos e culturas figuram, geralmente, entre os mais primitivos ou os mais interessantes. É, portanto, muito fácil ser vítima de um orgulho indisfarçável quando se fala de algum dos nossos “paraísos”.

Enciclopédia Patrimônio do mundo.  São Paulo: Nova Cultural, 1987.

Questão 1 – Explique o emprego do ponto e vírgula no texto:

 

 

Questão 2 – No trecho “É, portanto, muito fácil ser vítima de um orgulho indisfarçável quando se fala de algum dos nossos “paraísos.”, a conjunção destacada introduz uma:

a) causa

b) conclusão

c) oposição

d) explicação

 

Questão 3 – Em “É inevitável não abusar do superlativo quando se descreve uma beleza natural.”, o prefixo da palavra grifada indica a ideia de:

a) afastamento

b) aproximação

c) substituição

d) negação

Retire do texto outra palavra que indica a mesma ideia: 

 

Questão 4 – No segmento “É, portanto, muito fácil ser vítima de um orgulho indisfarçável quando se fala de algum dos nossos “paraísos”, a parte sublinhada poderia ser substituída pelo adjetivo:

 

 

Por Denyse Lage Fonseca – Graduada em Letras e especialista em educação a distância.

As respostas estão no link acima do cabeçalho.






Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *